Tags

O parlamento ucraniano rejeitou uma moção de desconfiança contra o governo liderado por Arseniy Yartseniuk. Os 226 votos necessários para a moção ter sido aprovada não foram alcançados, já que, apenas 194 dos 336 deputados votaram a favor da queda do executivo.

O primeiro-ministro pretende continuar “a construção de uma nova Ucrânia” iniciado após a revolução Maidan em Fevereiro de 2014.

O chumbo no Parlamento surgiu algumas horas depois do Presidente ucraniano, Petro Poroshenko, pedir a demissão do executivo por ter ficado sem a confiança da coligação e do país. O fraco crescimento económico e a falta de combate à corrupção são os principais motivos do descontentamento da população. Uma sondagem revela que apenas 1% das pessoas apoiam o bloco liderado pelo chefe de governo.

Advertisements