O caucus no Nevada é a última eleição dos candidatos republicanos antes da Super Terça-Feira e do início de uma maratona eleitoral que decorre durante o mês de Março. Nas três eleições de Fevereiro, Donald Trump venceu no New Hampshire e na Carolina do Sul, enquanto Ted Cruz abriu com uma vitória no Iowa. Por seu lado, Marco Rubio alcançou um terceiro lugar honroso na primeira eleição, mas no New Hampshire ficou em quarto lugar atrás de Trump, Kasich e Cruz. No entanto, o senador da Florida voltou a sorrir após ter conquistado o segundo lugar na Carolina do Sul à frente de Ted Cruz. Desde o início do mês já se verificaram várias desistências, sendo que, a última foi protagonizada por Jeb Bush. Ben Carson e John Kasich completam os cinco candidatos que sonham disputar a famosa noite eleitoral no dia 1 de Março.

Os resultados mostram que a nomeação republicana será decidida perto do fim ou mesmo na convenção do partido, que se realiza após a última primária em Junho.Neste momento, os três candidatos mais fortes continuam a acreditar na vitória. O autor do blogue “Era uma vez na América”, Nuno Gouveia, ficou surpreendido com “os excelentes resultados de Trump porque há uns meses não acreditava que chegasse longe”.

O mesmo não tem acontecido com Ted Cruz. O senador do Texas tem dado sinais de fragilidade, pelo que, o especialista considera ser importante “uma vitória ou ficar perto de Trump”. Um novo triunfo de Trump obriga a esforços redobrados por parte da candidatura que sofreu uma baixa após a demissão do porta-voz. Nuno Gouveia entende que “o senador precisa de ter bons resultados nos Estados do Sul que contam com eleitorado evangélico”, tendo acrescentado que “o grande teste será no Texas”.

O segundo lugar na Carolina do Sul e a desistência de Jeb Bush são motivos para Marco Rubio ter celebrado no sábado. O senador da Florida continua mal colocado nas sondagens nacionais, mas pode recolher “apoios do establishment e financiamento que estavam na candidatura” do antigo governador da Florida. Rubio vai contar com alguns milionários e a máquina do partido naquele Estado.

Por fim, Ben Carson e John Kasich continuam firmes entre os candidatos. Na próxima sexta-feira tem lugar o último debate nos republicanos antes do mês de Março e os dois concorrentes pretendem estar presentes. No entanto, Nuno Gouveia não acredita que o neurocirurgião participe. O mesmo não se pode dizer de Kasich que “não está verdadeiramente a competir” no Nevada.

Advertisements