Os candidatos democratas jogam o futuro nas primárias da Carolina do Sul, mas tendo um olhar na próxima Terça-Feira. Na última eleição, Hillary Clinton venceu o adversário e aumentou as possibilidades de ser nomeada. O “momentum” de Bernie Sanders arrefeceu com a derrota no Nevada.

O único problema para a campanha da antiga secretária de Estado norte-americana são as notícias diárias sobre o escândalo do email. Clinton ainda não falou abertamente sobre o assunto, nem tem respondido aos ataques de Sanders. O autor do blogue “Era uma vez na América”, Nuno Gouveia, considera que “Clinton deve manter o rumo que garantiu a vitória no Nevada”.

A sobrevivência política do senador do Vermont depende do resultado na Carolina do Sul, mas sobretudo do que acontecer na Super Terça-Feira. O especialista acredita que “Bernie Sanders tem de surpreender para continuar a ter hipóteses de competir até final das primárias”. Por esta razão, as corrida democrata pode ficar desinteressante ou mesmo “terminar no próximo dia 1 de Março se Clinton derrotar em toda a linha Bernie Sanders”.

Advertisements