Tags

O referendo britânico à permanência na União Europeia começa a ser discutido nos diversos fóruns europeus e ingleses. No início da semana, o European Ideas Network organizou uma discussão sobre o assunto em Bruxelas, que contou com a participação do Coordenador do PSD na Comissão de Assuntos Europeus, Duarte Marques.

O deputado social-democrata explicou ao “The Democrat” o que está em jogo no referendo que se vai realizar no próximo dia 23 de Junho, tendo mostrado surpresa pela “facilidade com que se alcançou o acordo”, embora aponte críticas à forma como os cidadãos europeus irão ser tratados. No seu entendimento “nem todos vão receber tratamento igual”.

Os partidos europeus assumem que o Brexit é um risco que a União Europeia não quer correr, pelo que, será melhor “ter o Reino Unido nestas condições”. A linha de pensamento do deputado é semelhante à dos especialistas em assuntos europeus ao aceitar o “estatuto privilegiado do Reino Unido”. No entanto, Duarte Marques avisa que “se os britânicos optarem pela saída não haverá segunda oportunidade”.

A consulta popular em terras britânicas deve ser um assunto interno e não dos restantes governos europeus. Os países estão a cometer um erro se interferirem apelando ao voto num dos lados. O deputado considera que “os eurocratas não devem ir ao Reino Unido fazer campanha”, tendo acrescentado que “o melhor contributo dos países europeus nesta questão é não se meterem”.

A batalha de Cameron nas instituições europeias ainda não acabou porque algumas matérias presentes no acordo são de co-decisão e necessitam de ser aprovadas no Parlamento Europeu.

Advertisements