A visita de Barack Obama a Cuba, mas também à Argentina motivou um périplo por vários países sul-americanos de uma Comissão de Assuntos Externos do Parlamento Europeu. Os eurodeputados estiveram na Argentina com o pensamento nas relações entre a União Europeia e os países do Mercosul, com enfoque sobre o Acordo de Associação entre as duas entidades, que tem vindo a ser adiado.

O socialista Francisco Assis também fez parte da comitiva. O português considera que “a Argentina é um aliado por direito próprio devido aos laços históricos e culturais com a Europa”. O eurodeputado entende que o acordo é importante “para contrabalançar o peso do TTIP e evitar uma excessiva concentração do comércio no Atlântico Norte em detrimento do Atlântico Sul”. No seu entendimento, o acordo “não se esgota no comércio entre os dois blocos”.

Advertisements