O acordo celebrado entre John Kasich e Ted Cruz mereceu uma resposta por parte de Donald Trump. O empresário entende que se trata de um “acto de desespero por parte dos candidatos”.

O entendimento não envolve a obrigatoriedade de Kasich desistir a favor de Ted Cruz. Os dois concorrentes irão apelar aos eleitores para votarem no candidato que quiserem nas próximas primárias, embora não se aplique nas eleições de amanhã no Connecticut, Maryland, Delaware, Pensilvânia e Rhode Island.

O pacto celebrado visa impedir Donald Trump de conquistar as primárias do Indiana, Novo México e Oregon, que se realizam em Maio e Junho. Desta forma, Cruz não vai fazer campanha nos dois últimos Estados, enquanto o governador do Ohio permite ao senador do Texas ter o caminho livre no Indiana. .

A máquina do partido não comentou os últimos desenvolvimentos. O Republican National Committe (RNC) disse ao “Politico” que cada um utiliza a estratégia que entender.

Advertisements