Tags

Os temas da imigração, direitos humanos e o combate aos paraísos fiscais estiveram em destaque na primeira reunião da Assembleia Parlamentar que reúne os países da União Europeia e América Latina (Eurolat). Os deputados dos dois continentes estão em Lisboa durante três dias para discutirem vários assuntos.

A recente onda de imigração na Europa preocupa os actuais dirigentes europeus, tendo-se chegado à conclusão que se trata de um problema que atinge cada vez mais países. No entanto, o problema dificilmente será resolvido por causa da constante mudança, embora seja possível estabelecer acordos bilaterais entre a União Europeia e os países mais afectados.

As repetidas violações dos direitos humanos foram o tema principal dos deputados sul-americanos que se encontram em Lisboa, nomeadamente, ao apontarem o dedo às multinacionais com capital europeu. Na sala do Senado da Assembleia da República pediu-se mais exigência em matéria de direitos humanos nos acordos de associação celebrados entre a União Europeia e alguns países.

O recente escândalo dos “Panama Papers” e o “Luxleaks” foram recordados pelos deputados dos dois continentes como sendo um alarme social para os cidadãos.

Advertisements