Os principais responsáveis da campanha pela saída do Reino Unido da União Europeia pretendem instituir um sistema para os migrantes que pretendam trabalhar no Reino Unido.

A ideia divulgada por Boris Jonhson, Michael Govel e Priti Patel baseia-se numa medida implementada na Austrália. No caso do Brexit vencer, os migrantes só serão admitidos se tiverem as “aptidões necessárias para o emprego que procuram”. No entanto, algumas empresas terão de ter em conta se o imigrante sabe “falar bem inglês”. Os únicos que não estão abrangidos por estas medidas são os cidadãos irlandeses, que continuam a viajar livremente pelo Reino Unido.

Advertisements