Os eleitores norte-americanos não acreditam que Trump e Clinton tenham condições para cumprir as promessas feitas durante a campanha eleitoral. O empresário afirmou que iria construir um muro na fronteira entre os Estados Unidos e o México, além de tomar medidas relativamente aos imigrantes ilegais. Por seu lado, Hillary Clinton prometeu maior transparência na relação entre a política e o sector financeiro localizado em Wall Street.

Uma sondagem da Universidade Quinnipiac revela que nenhum dos candidatos tem capacidade para concretizar as propostas. Por exemplo, 53% entendem que Trump vai tentar construir o muro, mas apenas 24% acreditam no sucesso da medida, enquanto 29% afirmam que a primeira pedra não será colocada.

O combate à imigração ilegal tem sido um dos temas favoritos do empresário. No entanto, as propostas de deportar 11 milhões de imigrantes ilegais e impedir temporariamente a entrada de muçulmanos não são realistas. Cerca de 29% dos inquiridos pensam que Trump não vai tentar implementar a medida.

As propostas de Hillary Clinton sobre a transparência entre a política e os negócios não merecem credibilidade pelos eleitores consultados na sondagem. Nas questões relacionadas com o tema, mais de 50% garantem que não haverá alterações se a antiga primeira-dama chegar à Casa Branca.

Advertisements