As primárias norte-americanas revelaram a força do Partido Republicano e do Democrata. Apesar dos discursos de Donald Trump e Bernie Sanders não haverá alterações profundas no sistema partidário com a introdução de uma terceira força política. Nuno Gouveia entende que “o bipartidarismo tem funcionado desde a Revolução Americana, pelo que, não existe a necessidade de mais um partido“. O especialista não tem dúvidas que a democracia norte-americana continua “saudável“. Alexandre Burmester acrescenta que “os partidos mostraram vocação para albergar ideias díspares“.

A manutenção do actual sistema não significa que se mantenha tudo na mesma. Neste ano, as primárias começaram um mês mais tarde que o habitual devido à pressão dos republicanos junto da comissão eleitoral. Os dois concordam que os partidos vão “afastar-se do centro e radicalizarem-se mais à esquerda ou direita“, mas Nuno Gouveia sente a necessidade de haver “líderes centristas“. Alexandre Burmester explica que “os partidos tenderão a deslocarem-se para onde seja eleitoralmente mais rentável“.

Advertisements