Os responsáveis europeus continuam apelar aos britânicos para votarem na manutenção do Reino Unido na União Europeia. Nos últimos dias os apoiantes do Brexit e do Remain revelaram quais seriam as coincidências da saída nos próximos anos.

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, afirmou que o processo de saída deve demorar sete anos porque o Parlamento Europeu e os 27 Estados-Membros terão de aprovar as coincidências do resultado. Por seu lado, o primeiro-ministro britânico entende que o “Reino Unido corre o risco de enfrentar uma década de incerteza”.

Os principais dirigentes alemães deixaram um aviso ao Reino Unido. A chanceler Angela Merkel entende que o Reino Unido não vai ter a mesma capacidade negocial, enquanto Wolfang Schauble garante que os britânicos não vão ter acesso ao mercado único.

Os apoiantes do Brexit acreditam que o Reino Unido tem condições para manter as mesmas relações com os países membros da União Europeia, em particular nas questões das tarifas sobre os produtos britânicos e a liberdade de circulação.

Advertisements