A soberania do Reino Unido face às decisões provenientes de Bruxelas tem marcado pontos juntos dos apoiantes do Brexit devido ao papel da Câmara dos Comuns como principal e único órgão responsável pela legislação.

Os defensores da saída do Reino Unido da União Europeia entendem que a maioria das leis britânicas são condicionadas por Bruxelas, mas a campanha do Remain garantem que apenas uma pequena parte da legislação tem interferência da comunidade europeia, além do Reino Unido ter o poder de veto em muitas áreas.

No recente acordo fechado em Fevereiro por David Cameron, o parlamento nacional voltou a ter poder para bloquear legislação europeia. No entanto, os mais cépticos só acreditam que a saída da União Europeia é a única forma de recuperar a totalidade da soberania.

Uma questão que tem sido levantado pela campanha do Brexit é a força do Tribunal de Justiça Europeu sobre a jurisdição britânica.

Advertisements