O tribunal constitucional austríaco anulou os resultados das últimas eleições presidenciais por considerar que a violação de algumas regras influenciaram a decisão final, embora não tenha encontrado provas de manipulação.

Após o acto eleitoral, o partido de Norbert Hofer reclamou que os votos por correspondência foram parar a mãos erradas. Alexander Van der Bellen venceu com 30 mil.

O candidato derrota disse que o tribunal tomou uma decisão difícil, enquanto o líder dos Verdes continua confiante numa nova vitória. Por seu lado, o presidente do tribunal considera que não existe vencedores nem perdedores após o veredicto.

As próximas eleições realizam-se em Setembro ou Outubro.

Advertisements