Os deputados trabalhistas pretendem que Jeremy Corbyn tenha apenas um adversário na corrida à liderança do partido. Os adversários do actual líder admitem desistir em favor do candidato que tiver mais votos dos membros do partido no parlamento britânico. Angela Eagle e Owen Smith não querem dividir o voto que não seja para Corbyn.

O resultado final será divulgado amanhã à tarde, mas hoje vão ser conhecidos alguns números. No entanto, os dois candidatos esperam pela divulgação total dos votos.

O acordo entre Eagle e Smith surge numa altura em que Corbyn continua a liderar as sondagens. O antigo ministro dos negócios estrangeiros sombra, Hillary Benn, e a ex-candidata trabalhista, Yvette Cooper, concordam que a melhor opção passa por existir apenas um candidato.

A aprovação de uma moção de não confiança contra Corbyn pelos deputados trabalhistas abriu a corrida à liderança.

Advertisements