Os eurodeputados estão descontentes com a falta de coordenação entre os Estados-Membros no combate aos incêndios florestais que tiveram lugar no último Verão, em particular nos países do Sul. De acordo com os 10 deputados europeus responsáveis pela missiva, o centro de coordenação de urgências não alertou em tempo útil, “os restantes Estados-Membros da necessidade de meios para actuação imediata”. O socialista Carlos Zorrinho é um dos subscritores das perguntas à Comissão Europeia.

Os mecanismos de prevenção não contribuíram para “travar os incêndios”. O grupo fez uma ligação à falta de apoio e solidariedade entre os Estados-Membros nesta situação ao ressurgimento dos nacionalismos no continente.

Advertisements