O líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, garante que pretende construir pontes com os deputados se vencer as eleições internas no próximo sábado.

A maior parte dos deputados não concorda com as posições assumidas por Corbyn ao longo do último ano, pelo que, decidiram apoiar a candidatura de Owen Smith. O líder disse que “não têm de concordar com tudo o que faz, mas é necessário união na mesma direcção”, mostrando confiança que consegue devolver o poder aos trabalhistas.

A luta pela liderança tem revelado divisões entre as várias facções do partido. O antigo líder, Neil Kinnock, acredita que dificilmente o Partido Trabalhista vai voltar ao poder se Corbyn continuar. Por outro lado, o líder do sindicato Unite, Leon McCluskey, condena o comportamento demonstrado por alguns deputados.

Advertisements