As quezílias entre Paul Ryan e Donald Trump durante o ano vão ficar esquecidas no próximo sábado. Os dois irão estar lado a lado numa campanha promovida pelos republicanos do Wisconsin, tendo em vista a corrida à Casa Branca, mas também ao Senado e à Câmara dos Representantes. O governo do Estado, Scott Walker, não é um apoiante fervoroso do empresário. No entanto, isso não o vai impedir de estar presente no encontro.

O apoio de Paul Ryan a Trump só chegou poucos dias antes da Convenção republicana. Por outro lado, o candidato republicano admitiu que não ajuda Ryan na campanha para o Congresso.

Advertisements