As sondagens divulgadas após o segundo debate presidencial colocam Hillary Clinton com vantagem sobre Donald Trump. A antiga secretária de Estado norte-americana ganhou um novo impulso após o confronto na CNN, à semelhança do que aconteceu no primeiro embate.

Os números das sondagens confirmam a opinião de Nuno Gouveia sobre o vencedor do último debate presidencial. O especialista português acredita que “Hillary ganhou terreno para os indecisos”. 

O confronto acabou por ser dominado pelas acusações de Trump a Bill Clinton. No entanto, Nuno Gouveia considera que “o mais grave foi Trump ter dito que iria nomear uma equipa de investigação e prender Hillary Clinton caso seja eleita presidente dos Estados Unidos“. Neste debate, a agressividade de Trump contrastou com a “postura defensiva” de Clinton. O autor do blogue “Era uma vez na América” entende que “o empresário sentiu necessidade de atacar Hillary devido ao passado de Bill Clinton“.

Nos últimos dias, Paul Ryan disse que não iria defender o candidato republicano, sendo que, Mike Pence também condenou as declarações do empresário divulgadas num vídeo. Nuno Gouveia diz que “a campanha de Trump tem sido errática e polémica por causa das gafes e declarações bombásticas“. Por esta razão, apenas um candidato presidencial republicano vivo apoia o empresário.

Advertisements