O candidato republicano tornou-se no 45º Presidente dos Estados Unidos após a vitória nas eleições gerais frente a Hillary Clinton. O empresário obteve 289 votos eleitorais contra 218 da concorrente democrata.

A noite eleitoral terminou favorável a Trump que venceu alguns Estados importantes como o Wisconsin, Pensilvânia, Iowa, Florida e a Carolina do Norte que também estava entre os swing-states, bem como segurar o Ohio, apesar do governador republicano John Kasich nunca ter apoiado o vencedor das primárias. Trump conseguiu conquistar os Estados do Mid-West, garantindo uma vantagem confortável que ultrapassou os 270 votos eleitorais necessários para se tornar Chefe do Estado.

A antiga secretária de Estado norte-americana esteve em vantagem nalguns Estados, mas acabou por ser ultrapassada à medida que os votos iam sendo contados, mesmo assim manteve a Virgínia e o New Hampshire. No Michigan houve praticamente um empate técnico entre os dois concorrentes.

Advertisements