Um documento que já chegou às mãos da comunicação social britânico sobre o Brexit está a causar preocupação junto do governo liderado por Theresa May devido aos conteúdos sobre a acção executiva após a invocação do famoso artigo 50º.

A primeira-ministra não tem dado importância ao memorando por se tratar de um trabalho realizado por um consultora que não está a colaborar com o governo no assunto, apesar de ter estado presente noutras ocasiões.

O documento revela indecisões por parte do chefe do governo sobre o caminho que deve ser tomado, bem como divisões no executivo entre o ministro dos Negócios Estrangeiros, Boris Jonhson e o responsável por garantir as condições do Brexit, David Davies. De acordo com o texto escrito no memorando, cada ministério desenvolveu um plano diferente relativamente ao impacto da saída do Reino Unido da União Europeia.

A oposição reage com desconfiança, embora sem mudar a posição relativamente ao resultado do último referendo.

Advertisements