A substituição de Dilma Rousseff por Michel Temer não calou a revolta da população brasileira. As manifestações voltaram às principais cidades brasileiras, nomeadamente na capital Brasília e no Rio de Janeiro.

Na capital os protestantes conseguiram chegar ao edifício do Congresso, mesmo perante a intervenção da polícia que demorou três horas a terminar com a confusão.

A mensagem dos manifestantes continua a ser a luta contra a corrupção, sendo que, a solução apresentada para resolver o problema passa pelo regresso a uma ditadura militar. A maioria dos presentes pediu a presença dos generais na casa da democracia brasileira.

Os militares tomaram conta do país entre 1964 e 1985.

Advertisements