O candidato presidencial admite a realização de um referendo sobre a manutenção da Áustria na União Europeia no caso de se verificarem duas situações nos próximos anos. A primeira condição imposta por Norbert Hofer é o fim das negociações para a entrada da Turquia na União Europeia. O segundo aspecto que pode levar o candidato do Partido da Liberdade a tomar o mesmo passo do Reino Unido está relacionado com a reacção dos dirigentes europeus ao referendo britânico. Hofer tem receio que o poder fique centralizado demasiado em Bruxelas, diminuindo a importância dos parlamentos nacionais.

Os avisos do concorrente nas eleições do próximo dia 4 de Dezembro, não significam que Hofer represente o descontentamento relativamente às instituições europeias no país, embora tenha dito que o islão não faz parte dos valores austríacos.

A eleição da próxima semana é o culminar de um longo processo eleitoral que durou o ano inteiro porque a justiça confirmou a existência de irregularidades no primeiro acto eleitoral que deu a vitória ao candidato dos Verdes, Alexander Van der Bellen.

Advertisements