Os dois candidatos da direita que vão ser submetidos a escrutínio no próximo domingo realizaram o último debate televisivo. Alain Juppé e François Fillon divulgaram algumas propostas para serem implementadas caso vençam as eleições presidenciais em 2017.

François Fillon admitiu que tem um projecto mais radical devido às mudanças profundas durante os primeiros três meses do mandato. O candidato pretende cortar meio milhão de empregos na administração pública. Alain Juppé também tem a mesma intenção, embora considere que seja necessário liberalizar o horário de trabalho.

Os temas europeus e internacionais fizeram parte do confronto, sendo que, existe diferença  entre os dois na forma como a União Europeia deve actuar, mas concordância relativamente ao papel que a França tem de ter no futuro da Síria. Alain Juppé considera que a União Europeia será “uma potência mundial”. Por seu lado, Fillon entende que a soberania dos Estados-Membros deve ser respeitada. Os dois garantem que o problema da Síria só se resolve com cooperação internacional e sem a presença de Bashar al-Assad no poder.

Advertisements