O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, anunciou que vai abandonar o cargo depois de ter perdido o referendo sobre as reformas constitucionais.

De acordo com os resultados, os italianos optaram por não aceitar as propostas do chefe do governo. O NÃO venceu com mais de 60% dos votos, enquanto o SIM recolheu entre 42-46%.

Os analistas consideram que se tratou de uma vitória das forças partidárias que estão contra a União Europeia. Um dos líderes da oposição disse que o resultado do escrutínio significa uma vitória da população contra os poderes instituídos no país e em Bruxelas.

Advertisements