A capital de Taiwan recebeu vários especialistas internacionais na área dos direitos humanos para discutir a Convenção Internacional de Direitos e Civis e Políticos, bem como o tratado internacional respeitante aos direitos económicos, sociais e culturais.

A missão dos observadores internacionais passa por analisar com as autoridades locais as recomendações plasmadas na primeira versão concluída em 2013 e adaptá-la às actuais circunstâncias.

O vice-presidente Chen Chien-jen acredita que a próxima versão irá confirmar os esforços realizados por Taiwan no sentido de ser um exemplo no respeito dos direitos humanos, bem como na concretização da democracia e do Estado de Direito.

Advertisements