Os partidos representados na Câmara dos Lordes também estão em sintonia com os deputados da Câmara dos Comuns relativamente à invocação do Artigo 50º do Tratado de Lisboa.

A oposição considera que a decisão dos britânicos em Junho de 2016 deve ser respeitada. No entanto, cada força partidária fez alguns avisos ao governo liderado por Theresa May. Os trabalhistas continuam a apoiar o executivo, mas garantem que não vão passar um cheque em branco.

O UKIP também apoia o governo, embora pretende que a saída seja consumada em menos de dois anos.

Os Liberais-Democratas são os únicos que exigem a mudança da lei e uma nova votação na Câmara dos Comuns.

Advertisements