O governo polaco pretende indicar um candidato à presidência do Conselho Europeu. O mandato de Donald Tusk termina no dia 31 de Maio, mas se for apoiado por todos os Estados-Membros na próxima quinta-feira, será reconduzido automaticamente por mais 30 meses.

O único obstáculo à aprovação por unanimidade é a vontade do executivo polaco que lançou o nome de Jacek Saryusz-Wolski para o cargo. No entanto, Tusk ainda pode manter a posição por maioria qualificada.

Os responsáveis europeus entendem que a manutenção de Tusk até final de 2019 é a melhor solução para garantir o melhor resultado nas negociações com o Reino Unido.

Advertisements