A “First Minister” da Escócia, Nicola Sturgeon, garantiu que o segundo referendo à independência da Escócia deverá ser realizado no Outono de 2018.

Apesar dos avisos por parte do governo britânico sobre a inutilidade de uma nova consulta popular, Sturgeon, entende que o resultado do Brexit é um sinal dado pelos escoceses.

No escrutínio realizado em Junho do ano passado, 62% dos escoceses votaram a favor da manutenção do Reino Unido na União Europeia. Neste momento, as sondagens revelam um empate entre os defensores do NÃO e do SIM à autonomia escocesa.

A realização do referendo não será tarefa fácil para o governo escocês por duas razões. Em primeiro lugar, o Partido Nacional Escocês não tem maioria em Holyrood, pelo que, necessita de apoio parlamentar. Os Verdes escoceses poderão dar uma ajuda. A segunda dificuldade é a posição do governo britânico, já que, a Câmara dos Comuns tem de votar favoravelmente às pretensões de Nicola Sturgeon.

Advertisements