Os Liberais-Democratas encontraram uma solução para impedir que o Reino Unido saia da União Europeia sem ser prejudicado. O antigo Vice-primeiro-ministro britânico, Nick Clegg, entende que a população deve escolher em referendo se aceita o acordo entre as duas partes ou deseja continuar na União Europeia.

O responsável do partido pelo Brexit garante que as consequências da subida da inflação, do baixo investimento e da fraca imigração só começam a ser visíveis no final de 2019, tendo apontado o dedo aos conservadores por degradarem a vida das pessoas mais pobres.

Advertisements