Os responsáveis pelas regiões turcas e gregas do Chipre voltaram a não chegar a um acordo, naquela que foi mais reunião para tentar alcançar um entendimento desde Janeiro. O encontro teve a presença do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres.

Apesar da desilusão, o responsável aterrou na ilha com as expectativas elevadas, mas ainda não houve qualquer acordo entre o presidente cipriota, Nicos Anastasiades e o líder da república turca do norte do Chipre, Mustafa Akinci. Os Estados Unidos também acompanharam as negociações, já que, Mike Pence telefonou aos dois líderes para aproveitarem uma oportunidade histórica.

Os líderes turcos só aceitam retirar as tropas caso os gregos façam o mesmo. As duas partes também não se entendem relativamente à devolução das propriedades dos cipriotas que tiveram de fugir do norte do país na altura da invasão das tropas turcas em 1974.

Advertisements